segunda-feira, 28 de junho de 2010

O LEGADO DE UM REI




Apesar de falecido a um ano, Michael Jackson continua a lucrar muito reservando um verdadeiro legado de luxo e fama para sua família, em principal para seus filhos. As homenagens não parecem cessar. Acredito que este será mais um daqueles mitos que nunca se esquece, a exemplo de Elvis Presley.



Na semana passada muitas TVs reservaram um espaço em sua programação para lembrar aquele que sempre promove vasta audiência, e dentre muitos programas ainda existia um que eu não tinha assistido e foi comovente ver Michael dizer que o sonho dele era ver seus filhos assistindo sua atuação ao vivo.



Infelizmente, para este homem que simplesmente encantava a todos ao dançar, que era um artista completo, apesar de ser humano e ter problemas, foi impossível realizar seu sonho, um sonho sem preço.



Sabe-se que por onde este astro passou deixou sua marca e que, por conta do advento tecnológico atual, ele alcançou lugares que nunca foi. Poucos foram os locais privilegiados que serviram de palco para Michael, como o Morro Santa Marta, em Botafogo no Rio de Janeiro, que serviu de cenário para o vídeo clipe da música They don´t care about us em 1996. No sábado dia 26 de junho, o espaço onde MJ dançou ganhou uma estátua, mais uma linda homenagem.





Eu adoro refletir um pouco além do que se espera e percebi então a letra que Michael compôs e pude entender porque escolheu locais de pessoas menos favorecidas na sociedade para encenar seu trabalho. Creio que é generosidade sim mostrar para o mundo questões sociais mesmo quando elas não te ameaçam, já que fome, frio, falta de saneamento básico, baixo salário, vulnerabilidade domiciliar, nunca mais atingiriam Michael Jackson.



Para nós brasileiros é bem legal perceber que apesar de se localizar na zona sul, zona nobre da cidade, os residentes do Morro Santa Marta enfrentavam problemas, passavam por dificuldades. Depois da passagem de Michael, o local virou espaço de visitação e atraiu a presença de outros famosos.



Hoje o Morro é uma comunidade com sua dignidade resgatada. Os moradores não são mais reféns do tráfico de drogas e do poder paralelo, receberam a instalação de uma Unidade de Polícia pacificadora(UPP) e o morro se tornou alvo de projetos sociais sólidos e eficazes.



Então me ponho mais uma vez a pensar, será que a presença do astro no morro não atraiu tudo de bom para aquela comunidade?



Outra coisa que descobri nos especiais que assisti essa semana é que Michael foi inocentado das acusações de abuso sexual a menores e as mães, que levaram o caso a justiça, foram condenadas, pois usaram seus filhos para tentar incriminar MJ e ganhar imagem e dinheiro com isso. Tudo se baseou em provas, pois Michael abriu sua residência para investigação sem nenhum pudor e seus médicos já haviam admitido que ele tomava uma medicação todas as noites para dormir, logo praticamente anestesiado e inconsciente, Michael não tinha condições de atacar criança alguma. Outras questões foram levantadas também em relação à idoneidade da mãe que permite que um filho durma no quarto de um homem que não é do convívio, sem supervisão e sem ao menos conhecer de fato a pessoa.



Bem, só sei que para noticiar escândalos os tablóides tem sempre tempo e espaço, mas para relatar que na verdade a vítima era Michael, não. Só posso entender que se deve ao fato da verdade render menos dinheiro do que mentiras bizarras.



Por fim, é indiscutível que a música e dança no mundo jamais serão as mesmas depois de Michael Jackson.










1 comentários:

Van Kosta - Butterfly Back disse...

Fantástico! Muita gente acha que as coisas acontecem por acaso...

2 de julho de 2010 14:18

Postar um comentário

Sinta-se livre para comentar!!!!!!!!

 
RAZÃO IDEAL | by TNB ©2010